quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Rumo a São Jorge - dia 5

   Hoje houve mudança de planos; infelizmente o tempo estava instável e decidiu-se não nos mantermos no plano que tinhamos traçado de percorrermos a restante costa sul de São Jorge e daí zarparmos até à Terceira. Havia outras duas possibilidades: ou regressarmos de imediato à Terceira ou irmos dar um pulinho até ao Pico. Ninguém estava com vontade de regressar a casa pelo que se decidiu ir até São Roque, a única vila do Pico na costa norte da ilha e por conseguinte mais próxima de São Jorge. Após 3 horas de navegação a bater bem, com vagas jeitosas e muita molha pelo caminho chegamos a São Roque; infelizmente o tempo mantinha-se tormentoso e ninguém queria passar outra noite parecida com a segunda da Fajã de Santo Cristo pelo que decidimos que, já que estavamos ali porque não ir até à Madalena que tem um bom porto de abrigo. O Zé Carlos baixou as velas, ligou o motor e lá fomos nós, mais mortos que vivos, tudo a dormitar na cabina menos o nosso skipper que se manteve sempre incansável.  Na Madalena o tempo estava bem melhor, atracamos o barco e terminamos a noite a ver um rancho folclórico minhoto e a dançar um vira no final. Regresso a bordo, uma jogatana de trivial. Amanhã, planos não há, será o que decidirmos no momento. O pico do Pico chama-nos mas não viemos equipados para tal empreitada, de chanatas não me parece apropriado. Logo se verá.

Sem comentários:

Enviar um comentário